ENERGIA DA CRIAÇÃO



Cri.a.ção - Substantivo Feminino


A minha percepção do que é Deus tem mudado ao longo do meu caminho. Houve a fase de negação da sua existência, devido a certos acontecimentos na minha vida, e a aceitação devido a outros. Numa primeira fase, ainda aceitei um Deus único e "masculino" , pois foi isso que nos foi ensinado. Mas deixou de fazer sentido!


Quando olham para a imagem, o que vêem? Nós somos uma replica do cosmos. E como eu sempre vos digo, mesmo que nível físico tenhamos um corpo feminino ou masculino, a nível energético somos os dois. Só seremos realmente completos quando abraçarmos tanto o nosso feminino (ser, estar, intuição, etc) como o nosso masculino (fazer, acção, organização, etc)!


Com a Fonte, a Energia da Criação é exactamente o mesmo. O Sagrado Feminino sofreu vários ataques durante os últimos milénios. Suprimido, diabolizado! Se tiverem oportunidade de ler alguns trechos do Antigo Testamento, conseguem encontrar algumas ideias de como isto foi acontecendo. É de arrepiar imaginar que Deus dissesse tantas atrocidades. Antes, a Deusa e Deus, a Mãe e o Pai não estavam separados, "viviam" em comunhão, porque só assim existiria equilíbrio na Terra. Retirando o Feminino, permitiu que o ser humano perdesse parte de si mesmo, e dificilmente atingiria o seu máximo potencial.


Quando se fala em trazer de volta o Sagrado Feminino, fala-se em trazer de volta o Equilíbrio. Mas isso representa dar o poder de volta ao indivíduo e não àqueles que governam, que controlam. Instituições como muitas religiões seriam desnecessárias, e isso meus amores, não lhes interessa. O templo de "Deus" é em ti, e não num edifício onde de um lado se prega o Amor, e no outro o julgamento e o castigo de Deus! Irónico não é?


Avancemos! Nos últimos meses, tenho olhado para o Sagrado Masculino e o Sagrado Masculino como o meu "Deus"! Mas a Grande Mãe tem estado presente e fez-me ir mais longe. Até ao início, A Energia da Criação! Esta é a Fonte de Tudo o que é. E para colocar por palavras aquilo que sinto, que muitas vezes me é difícil, esta é a a Grande Mãe, a Fonte de Criação Divina, de onde tudo nasce! Criação é Feminino, só pode. Tudo o que nasce, nasce de um Útero! Este é o Útero da Criação!


Diz-se por aí, que a mulher nasceu de uma costela de Adão, quando Adão nasceu do Útero de uma mulher! Só por curiosidade, sabiam que um embrião/feto, antes de se transformar num "menino" é antes uma "menina"?


Quem mais poderia ser o nosso criador, do que na realidade a nossa Criadora? A Criação Divina, esta Energia da Criação, para mim é a Grande Mãe.


Ela vive em nós, quando reclamamos em nós o Pai mas também a Mãe. Porque eles não são separados! Coloquei em picotado o Sagrado Feminino, porque ele tem estado "apagado" por milénios, e este é o momento para o trazer de volta! Eu, tu, todos nós! Muito dos medos inconscientes de falar e de se expor, estão ligados a traumas antigos de perseguição por teres falado nela.


Certa de que muitos de vocês não vão ter a mesma visão, ou não vai ressoar com todos vós. Mas é a minha verdade, e alguém me perguntou! Certas coisas não tenho palavras para explicar, e esta foi a minha forma de conseguir descrevê-la!


O vídeo partilhado ontem, é uma forma de trazê-la de volta aos corações de todos nós. Foi um projecto em parceria com outras pessoas que sei que têm o mesmo chamado que eu! Muitos de vocês também o têm, mas ainda não o sabem, ou não se lembram! Mas vão lembrar! Ela está a chamar por vocês! Homens e mulheres! Porque na realidade não há separação!



Com Amor,

𝑉𝑒𝑟𝑎 𝑀. 𝐴𝑚𝑜𝑟𝑖𝑚 🦋 𝑀𝑒́𝑑𝑖𝑢𝑚 𝑑𝑒 𝐶𝑢𝑟𝑎



Imagem 1 - Vera M. Amorim

Imagem 2 - Pinterest



42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

SUB ROSA

PERDOA

RENASCER